O que os proprietários de empresas precisam saber sobre segurança e apropriação de dados

O que os proprietários de empresas precisam saber sobre segurança e apropriação de dados

 

Os dados certos tornou-se um dos mais importantes negócios ativos dos nossos tempos, e a pura explosão na quantidade e tipos de dados tem o poder de mudar completamente o forma como fazemos negócios. Mas ainda significativa apropriação e dilemas de segurança que empresários precisam estar cientes antes deles embarcarem em qualquer viagem para coletar e utilizar dados.
Obtendo a propriedade dos dados errados e segurança, isso pode ter consequências desastrosas. A União Europeia irá em breve ser capaz de multar empresas, com 5% do volume de negócios global, se começá-lo errado, mas mesmo apesar das multas, os danos à reputação pode ser imenso. Graças a mídia social, escândalos e violações podem viajar ao redor do mundo em um piscar de olhos, e reputações que levou anos para construir pode ser danificado em apenas alguns segundos.
Aqui estão algumas coisas principais que os proprietários de empresas devem considerar em torno de uma propriedade de dados, para ter segurança e transparência.
Pensar sobre Propriedade
Se você considerar dados como um ativo de negócioschave, ou seja, se o negócio se baseia em certos dados para realizar funções todos os dias, então é muito importante que você possui dados particulares.
Isto é fácil se for seus próprios dados internos, como é seu, mas fica mais complicado com quaisquer dados externos. Por exemplo, se você é dependente dos dados da outra parte para poder executar funções de negócioschave, e caso o fornecedor de seus preços lhe negar o acesso por qualquer motivo, você estará minado. Se você não poder possuir os dados que você está usando, e em seguida, você precisará ter certeza de que pelo menos você não vai perder o acesso aos dados.
Além disso, se você está confiando nos dados que os clientes têm fornecido a vocêentão você precisa estar ciente de que novas leis dão qualquer cidadão da União Europeia «o direito de ser esquecido» que significa que eles podem solicitar que apague todos os registros que você segurar sobre eles. Isso pode representar riscos significativos para as empresas que construíram seu modelo de negócio em torno de dados do cliente.
Proteja seus dados
Dados precisam ser protegidos como qualquer um dos seus outros ativos de negócios, como sua propriedade, seu estoque/mercadoria, sua ferragem, etc. Dependendo do tipo de dados que você está armazenando, pode haver normas de segurança e privacidade a seguir, particularmente quando se trata de dados pessoais.
Sempre que possível, tente usar dados anonimizados para que ele não identificar detalhes dos indivíduos. Onde isso não for possível, você precisa garantir que os dados são mantidos seguros e protegidos. Além de requisitos legais, existem razões de reputação e morais para garantir que os dados dos seus clientes são mantidos seguros.
Violações de dados podem levar a grandes prejuízos para as empresas e houve algumas falhas de perfil muito alto nos últimos anos, tais como o varejista americano alvo e telecomunicações britânicas companhia TalkTalk. Incidentes como este e os muitos outros dados em grande escala roubos que ocorrem com frequência mostram que mesmo as maiores empresas muitas vezes não conseguem manter as promessas que eles fazem sobre proteção de dados. Portanto, é essencial para proteger seus dados contra violações. Medidas sensatas incluem treinamento de seus funcionários para que eles nunca dão proteger informações, criptografia de dados e ter sistemas no lugar que detectar e impedir violações enquanto estão acontecendo. Segurança de dados é uma área altamente técnica e é sempre uma boa ideia procurar ajuda especializada.
Como um aparte, as pessoas costumavam se preocupar com a segurança dos dados armazenados na nuvem, mas, hoje em dia, muitas vezes é mais seguro que as empresas armazenar seus próprios dados internos. Sistemas de segurança da nuvem são geralmente muito mais atualizados e o fato de que os dados são armazenados em mais de um lugar fornece uma rede de segurança extra. Pessoalmente, eu recomendaria o armazenamento em nuvem como uma opção de seguro para as empresas.
Ser transparente
Infelizmente, muitas das práticas de coleta de dados não muito éticos. Facebook, por exemplo, enterra um monte de o que está fazendo com os dados em um acordo de usuário de 50 páginas que ninguém . Acho que é vital, que as empresas expliquem aos seus clientes o que eles estão coletando dos dados e como pretendem usálos. Ninguém gosta de descobrir que foi enganado!
Se você coletar informações pessoais sobre seus clientes ou funcionários, se sinceroExplica por que você está coletando informações (por exemplo, para que você possa entender suas necessidades mais plenamente e prestar um melhor serviço, como resultado).
Não enterre detalhes dados de usuários em longos acordos, ou termos e condições que ninguém vai ler. Mantêlo curto e fácil de entender, e colocar as informações em um lugar óbvio algumas frases quando clientes registrar seus detalhes para compras online seria um bom exemplo.
Finalmente, sempre dar aos clientes a oportunidade de optar por sair. Mesmo se isso significa que eles não podem usar seu serviço, ou partes de seu serviço, é muito melhor para lhes dar a escolha. Em última análise, isso torna os dados mais valiosos para você a longo prazo não é bom usar dados para entender mais sobre seus clientes, se deixam então em massa porque eles sentem que invadiram sua privacidade.
Agregar valor para seus clientes
Quando você está coletando dados sobre pessoas, não é importante ser honesto sobre isso, é uma boa ideia para adicionar valor para eles – algo que faz valer a pena. Que seja benéfico para as pessoas a compartilhar suas informações com o seu negócio, talvez através de produtos ou serviços, melhores ou mais baratos, para que eles sintam que é uma troca justa e vale a pena. Mire um ganha-ganha para todas as partes.
Se você fornecer valor a maioria das pessoas vai ser feliz para você usar seus dados   especialmente se você é capaz de remover marcadores pessoais que ligação-los como um indivíduo à informação. Em geral, se você puder demonstrar que você está usando os dados eticamente, pessoas responderão positivamente.
Empresários não deveriam ser colocados do usando dados as recompensas potenciais e oportunidades de crescimento de negócios são enormes. Mas é vital para agir eticamente e firmemente para bloquear seus dados. Este é um tópico que eu exploro com mais detalhes no meu novo livro Big Data for Small Business For Dummies.

Por Bernard Marr (25/04/2016)

Bernard Marr –Best-Selling Author, Keynote Speaker and Leading Business and Data Expert

What everyone should know about #BigData #ownership and #security | #DataScience   https://www.hiscox.co.uk/business-blog/business-owners-need-know-data-ownership-security/

Translate:  english – portuguese (PT-BR)

Artigo traduzido por Ana Mercedes Gauna (29/04/2016)

ANTIVÍRUS (Computador + Server + Celular + Tablet)

ANTIVÍRUS (Computador + Server + Celular + Tablet)

 

Década de 80, meu primeiro computador foi um Commodore Vic20, um presente de meu pai, e nessa época eu não vi existir ainda os antivírus.

Em 1991, eu montei um computador AMD 386, usei durante vários anos, com sistema operacional MS-DOS, um ano com o Norton Antivírus (Já usei diversas versões), outro ano com o McAfee Antivírus (Já usei diversas versões), e outro ano com o Avast Antivírus (já usei diversas versões). Lembrando que as primeiras versões desses softwares funcionavam sob MS-DOS.  Antigamente a atualização das informações dos arquivos de vírus eram feitas manualmente, em internet discada, e muito lenta.

Nos últimos 20 anos, eu usei diversos antivírus  gratuitos: AVAST,  AVG,  LavaSoft  Ad-Aware,  AVIRA, ESET NOD32, PANDA, etc.     O bom da internet banda larga é que os arquivos (com a relação de vírus), e o software antivírus, ambos passaram a receber suas atualizações automaticamente, e rapidamente, online na internet.

Década de 90, no meu ex-emprego, eu montei diversos computadores sozinha, um computador com processador AMD 386, e depois vários computadores com processador Intel 386 Pentium, usando o sistema operacional MS-DOS + WordPerfect + IBM Lotus 1-2-3, e alguns anos depois usando o Microsoft Windows 3.11 For Workgroups, anos depois Microsoft Windows 95 com Microsoft Office (Word + Excel + Powerpoint + Access), anos depois Microsoft Windows 98 com Microsoft Office 97 (Word + Excel + Powerpoint + Access), e usei anos depois o Microsoft Windows XP com o Microsoft Office 97 (Word + Excel + Powerpoint + Access).  Em casa eu usava um computador Intel 386 Pentium.   🙂

Em 2000 eu usava um computador Intel Pentium (que eu mesma montei sozinha) com Microsoft Windows95, alguns anos depois com Windows98, anos depois com Windows XP.

Em 2010 eu usava um computador Intel Celeron2 Duo (que eu mesma montei sozinha) com Microsoft Windows XP, e alguns anos depois com Windows 7.

Em 2012 eu comprei um notebook CCE Intel Core2 Duo com Linux (eu exclui a partição no Linux, recriei uma partição nova, formatei o disco rígido e instalei o Microsoft Windows XP) no meu notebook novo, e alguns anos depois eu instalei o Microsoft Windows 7.

Em 2013 eu vi uma promoção na internet e comprei um computador Intel Celeron2 Duo com Linux (eu exclui a partição no Linux, recriei uma partição nova, formatei o disco rígido e instalei o Microsoft Windows XP), e alguns anos depois eu instalei o Microsoft Windows 7.

Em 2014 eu vi uma promoção na internet, e comprei um computador Intel Core i5 com Linux  (eu exclui a partição no Linux, recriei uma partição nova, formatei o disco rígido e instalei o Microsoft Windows7).

 

ANTIVÍRUS (Para Home User)

  • Norton Security Online (Symantec):  http://www.nortonsecurityonline.com/   Em 2010 eu voltei a usar, comprei uma assinatura de 12 meses para 3 usuários. O bom dessa versão do Norton, que eu notei, foi que ele detectou tudo o que existia dentro da minha rede wireless (roteador wireless, computador desktop wireless, notebook wireless, celular  wireless, impressora wireless, tablet  wireless) e avisou sempre quando um objeto wireless novo era detectado. Quando terminou meu tempo de 12 meses da assinatura anual, eu desinstalei o software.

 

  •  Kaspersky Antivírus Total Security (Kaspersky Lab):   http://store.kaspersky.com/store/kasperbr/custom/pt_BR/pbPage.DR_LP_br20branded_v2     Em 2012 usei pela primeira vez uma versão do Kaspersky Internet Security, na caixa do software contém a informação que ele tem proteção híbrida em nuvem, decidi experimentar, comprei a assinatura de 12 meses para uso com 3 usuários. O bom dessa versão do Kaspersky, que eu notei, foi que ele  detectou  tudo  o  que existia  dentro  da  minha  rede  wireless  (roteador  wireless, computador  desktop  wireless,  notebook  wireless,  celular  wireless,  impressora  wireless,  tablet   wireless,  televisor Samsung smart-tv wireless) . Quando terminou o tempo de 12 meses da assinatura anual, eu desinstalei o software.

 

  • McAfee Antivírus (Intel Security):  http://promos.mcafee.com/offer.aspx?id=973254&gclid=Cj0KEQiApruyBRCFqoDu1pbk9rkBEiQAF8EFdeyeS4abI0Eoxw4mwKKeoVjGulgm3eo-mSEGuwhw6HQaAsMI8P8HAQ    Eu já usei diversas versões do McAfee Antivírus desde 1991, e a primeira versão do software que eu usei era em MS-DOS. Em 2011 a Intel comprou o software, e atualmente ele é o McAfee LiveSafe (Intel Security). Em 2015, eu voltei a usar, comprei  o softwareMcAfee LiveSafe  + McAfee SafeKey , com 12 meses de assinatura,  e com instalação  ilimitada  em computadores, tablet e celular.  O  bom dessa versão do McAfee, que eu notei, foi que ele detectou tudo  o  que  existia  dentro  da  minha  rede  wireless  (roteador wireless,  computador  desktop  wireless,  notebook  wireless, celular  wireless, impressora wireless, tablet  wireless, televisor Samsung Smart-TV wireless).  Eu notei no meu computador, que o Windows7 e o Windows10, ambos detectaram o meu televisor Samsung Smart-TV como sendo um roteador.

 

ANTIVÍRUS (Para Empresas)

ANTIVÍRUS PARA SERVIDOR (Empresas)

 

ANDROID (CELULAR & TABLET):

Desde 2010, eu uso o sistema operacional Android (Google), instalei e testei nele alguns softwares antivírus, durante vários anos, em diversos modelos de celulares e tablets.  Eu notei que faz o checking (ele analisa todos os aplicativos que estão instalados dentro do celular Android) e depois lista quais são os aplicativos que detectou apresentar problemas de privacidade.  Ele também faz o backup dos contatos e informações armazenadas no aparelho (se o usuário quiser).

  • Norton Mobility Security & Antivírus (Symantec)
  • Symantec Mobile Security
  • McAfee Security LiveSafe (Intel Security)
  • Kaspersky Internet Security 
  • AVG Antivírus Android & Tablet
  • Avira Antivírus Security
  • Eset Mobile Security

IOS (IPHONE & IPAD):

Desde 2014, a minha filha tem um Apple Iphone5, e desde 2015 tenho um Apple Ipad2 10″ (ambos com IOS9).  Eu ainda estou analisando o funcionamento dos antivírus sob IOS9.

  • Norton Mobile Security (Symantec)
  • McAfee Mobile Security (Cofre de Privacidade, Backup, AntiRoubo)
  • McAfee SafeKey (Intel Security)
  • McAfee Personal Locker (Intel Security)
  • SecureLine VPN Segurança Wifi e Proteção de Identidade AVG.

 

Observação:   Os fabricantes dos softwares antivírus utilizam as redes sociais do Facebook e Linkedin, diariamente.

Lembre sempre de manter atualizado anualmente o seu software antivírus. Quando terminar 12 meses de uso da assinatura, retire a versão velha do software antivírus, e instale a versão nova dele.

Por Ana Mercedes Gauna em 10/07/2015

https://anagauna.wordpress.com  |   https://about.me/anagauna 

Senior System Analist | Webmaster | DBA | CCNA2 | ERP | Management

Rio de Janeiro/RJ – Brazil – 27 anos de experiência profissional (CLT)